Direitos iguais e documentos para todos

On 13 November, a demonstration was held in Lisbon in defense of the legalization of some 30,000 undocumented citizens that the Immigrant Solidarity Association for the Defense of Immigrant Rights believes existed in Portugal. This initiative comes as a response to the worsening of the situation of the immigrant community that is confronted with the progressive closing of legalization, the accumulation of bureaucracy and the blockade of public services.
Some 2,000 immigrants were present at the rally demanding a change in the immigration law that forced them to live in the country without a residence permit, despite working, making social security discounts and paying taxes.
Following the convening of this demonstration, the PNR marked a protest against the "invasion of immigrants, for social justice for the Portuguese".

I leave you some pictures.

No passado dia 13 de Novembro, decorreu em Lisboa a manifestação em defesa da legalização dos cerca de 30 mil cidadãos indocumentados que a Solidariedade Imigrante-Associação para a Defesa dos Direitos dos Imigrantes estima existirem em Portugal. Esta iniciativa surge como resposta ao agravar da situação da comunidade imigrante que se vê confrontada com o fecho progressivo da legalização, o acumular da burocracia e o bloqueio aos serviços públicos.
Cerca de dois mil imigrantes marcaram presença na manifestação a exigir a alteração da lei de imigração que os obriga a viverem no país sem autorização de residência, apesar de trabalharem, fazerem descontos para a segurança social e pagarem impostos.
No seguimento da convocação desta manifestação, o PNR marcou para o mesmo local um protesto, que tem como lema contra a "invasão de imigrantes, por uma justiça social para os portugueses”.

Deixo-vos algumas imagens.